Saint Augustine (Flórida - EUA)

Por Flávia Mayrink

Onde tudo começou...

Primeiro assentamento permanente espanhol nos Estados Unidos, Saint Augustine é a cidade mais antiga do país. Ela foi fundada em 28 de agosto de 1565 e fica a pouco mais de 1h30 de Orlando.

 

Saint Augustine foi descoberta por Ponce de León, que chegou até o local após uma tormenta enquanto buscava a Fonte da Juventude. Há, inclusive, um parque na cidade, onde você pode beber água da famosa fonte. Se faz efeito? Provavelmente não...rs

Saint Augustine foi eleita:

- Top 10 Atrações da Flórida pelo leitores do USA Today.
- uma das cidades mais bonitas da América pelo Condé Nast Traveler.
- uma das 33 cidades mais incríveis dos Estados Unidos para se visitar em 2018 pela revista Time.

A cidade é toda fofinha, nos lembrou muito Paraty, no Rio de Janeiro, mas sem as famosas ruas de pedras. Bem mais fácil andar! Principalmente se for pela St. George Street, a rua mais famosa de Saint Augustine, que é fechada para os carros. Mas as outras do centro histórico também são fáceis de caminhar, já que são todas estreitinhas, o que impede os carros de andarem rápido.

A cidade oferece inúmeras atrações, a maioria históricas. O ideal é andar a pé mesmo, se você não se importar, para poder conferir cada detalhe com calma. Mas, se preferir, há um troley que passa por todos os pontos turísticos.

 

Nosso hotel ficava do outro lado da Bridge of Lions, a ponte que liga o centro histórico à região das praias. Como no centro histórico é mais complicado estacionar e não íamos precisar do carro, fomos a pé. Eu tenho medo de altura, mas como a ponte não é alta, não achei que fosse um problema passar por ela. Só que ela é levadiça, então a parte central não é de concreto. Mas já estava lá e não ia voltar. Então, a Gra foi na frente e eu agarrei o braço dela e atravessamos os poucos metros até estar no concreto firme e forte, e em segurança! Só pensava na volta, que acabou não sendo tão traumática quanto a ida.

(Gra edit: meu braço está doendo até agora)

 

Já no centro histórico, nossa primeira parada foi no forte Castillo de San Marcos, a construção mais antiga de St. Augustine e o mais antigo forte de alvenaria dos Estados Unidos. O lugar é lindo e, para nossa sorte, enquanto estávamos lá, aconteceu uma demonstração de canhão. Ela ocorre algumas vezes ao dia: soldados com uniformes da época preparam um canhão e o fazem disparar. Foi bem legal (e barulhento...rs) assistir.

De lá, fomos até o centro de informação ao visitante, que fica do outro lado da rua. Se seu hotel não oferecer mapa, não se preocupe: lá tem. Além de funcionários prontos para lhe dar qualquer informação que precisar. Há também uma réplica de uma caravela espanhola pequena e a metade de uma maior, quase em tamanho real, no hall de entrada, além de vários artefatos da época. Então, vale a visita.

Saímos do centro de visitantes e seguimos para a St. George Street, onde tomamos um sorvete de Marsh-Mallow S'more na Kilwin's, que já estamos viciadas, e descemos apreciando a rua, que é muito fofa.

Fomos até a Gonzalez-Alvarez House, ou simplesmente The Oldest House, que é a casa colonial mais antiga que se tem conhecimento na Flórida, dos anos 1600. Hoje, ela é um museu.

Voltamos em direção ao centrinho do centro histórico e rodamos por todas as ruas possíveis. Tiramos várias fotos e apreciamos Saint Augustine, agradecendo por termos incluído a cidade no roteiro da nossa road trip.

Almoçamos na Pizzalleys, que vende pizza fatia e estava muito boa! E, antes de deixarmos o centro histórico e voltarmos para o hotel, passamos na Maple Street Biscuit para comprar biscuit para a noite. Assim que entramos, um dos funcionários (que deve ser o gerente ou o dono) gritou um "Go Lightning" para a Gra, que estava com o boné do time. Ela, que está sempre no mundo da lua, nem ouviu, tive que avisá-la. E, por causa disso, ele nem nos deixou pagar. Então, agradeço o Lightning pelo (delicioso) biscuit de graça!rs

Ah, Saint Augustine também oferece alguns tours bem específicos, como tour de chocolate, destilarias e, os mais famosos, de fantasmas. Isso mesmo! Porque, com tanta história e antiguidades rondando o local, os fantasmas também estão por aqui. Pelo menos é o que os locais dizem. Nós não vimos nenhum. Ainda bem!

(Gra edit: se tiver fantasma, só pegar uma barra de ferro e sal e pronto. Supernatural serve para ensinar essas coisas)

Rotas com Sabor

©2019 by Flávia e Graciela Mayrink. Proudly created with Wix.com

  • Instagram Graciela
  • Instagram Flávia

Nossas Rotas

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now